Dicas de recebimento de encomendas em Condomínios

Como o crescimento das vendas online alterara as estratégias de atendimento, nas portarias dos condomínios?

Animais Domésticos - Administradora Condomínio
Recebimento de Encomendas

Mesmo antes da pandemia de COVID-19 em São Paulo, já havia um crescendo nas compras online em condomínios, quer seja de produtos gerais, quer seja de alimentos prontos. Com a pandemia, os condôminos em geral passaram a comprar, se não tudo, quase tudo pela internet, desde eletrodomésticos, passando por roupas e calçados, itens de decoração, etc., em especial, refeições prontas (ifood). Esse aumento fez com que as portarias dos condomínios tivessem a necessidade de adequações, para que fosse possível atender tantas entregas, o mais rápido possível.


Em um primeiro momento, síndicos, zeladores e administradores procuraram soluções, das mais diversas, para que a sala da portaria não ficasse abarrotada de caixas, pacotes e sacolas. A mais comum foi a criação de um espaço, com tamanho maior, para acomodar todas as entregas e fazer um replanejamento da logística na portaria, além de criar procedimentos para que os condôminos fizessem as retiradas de suas encomendas. Foram utilizados espaços vazios dentro do condomínio para essa finalidade, como salas na garagem, entre outros. Alguns administradores, zeladores e síndicos optaram por soluções mais modernas, como a criação de armários individuais com senhas para abertura. Também foram adotadas soluções tecnológicas de aviso de chegada das encomendas, para os moradores, por exemplo, o uso de aplicativos dedicados a serviços específicos para condomínios.


Um ponto que recebeu atenção especial foi como lidar com a entrega de comida pronta (ifood). Esse tipo de entrega cresceu muito e precisou ser administrado pelo condomínio. Cuidando, também, da segurança de funcionários e moradores, muitos edifícios adaptaram seus portões, criando um passa-volumes, exclusivo para recebimento de pizzas e outros alimentos, de forma a que o entregador não tenha acesso às áreas internas do condomínio.


Além da parte estrutural, muitos condomínios precisaram modernizar seus processos de controle de acesso e recebimento de encomendas, para dar conta de tamanha demanda. Alguns edifícios tiveram até que modernizar seus Regulamentos Internos. Seguem abaixo algumas dicas para a modernização de normas condominiais antigas:


· Não é permitida a entrada nas dependências do condomínio de entregadores. Demais fornecedores e prestadores de serviço serão cadastrados e fotografados pela central e somente serão autorizados a entrar, após a confirmação de um adulto da unidade ou se o morador enviar, previamente, o cadastro à portaria.


· Os objetos a serem entregues, devem ser retirados pelos próprios condôminos e/ou moradores, no portão de entrada, pelo passa-volumes ou no armário de encomendas, com exceção feita aos objetos de grande volume.


· A correspondência entregue pelo carteiro ou outro portador será recebida pela portaria que poderá subscrever contra recibo. As correspondências ou entregas que exijam contra recibo, serão entregues mediante a assinatura de livro próprio ou no aplicativo do condomínio.


· Somente caixas fechadas e envelopes poderão ser recebidos pela portaria. Sacolas estão proibidas e, para esse tipo de entrega, o morador deverá receber diretamente do entregador.


· O recebimento de encomendas e correspondências deverá seguir as recomendações do manual de segurança, elaborado pela empresa especializada, que presta serviços ao condomínio.


Muitas normas ainda serão adaptadas e muitos processos modernizados. Enfim, de uma forma ou de outra, todos os síndicos, zeladores e administradores tiveram alguma ação, para que os condôminos pudessem ser atendidos no recebimento de suas compras virtuais. No futuro, é possível que tenhamos, apenas, compras virtuais e é preciso que nos adaptemos.


#condomínio

#administração

#mascaras

#coronavirus #síndico

#locação

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo